Cursos

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM TERAPIA REGRESSIVA:

infoO Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Terapia Regressiva é o 1° do Brasil e do mundo nessa área. Foi idealizado pelo Psicanalista Prof. Dr. Idalino Almeida em função de seus mais de 41 anos de profissão e que, desde 1998, ministrava cursos livres de Formação em Terapia Regressiva, na cidade de Salvador. Muitos profissionais de sucesso na Bahia e, também, de outras cidades brasileiras foram formados através de seus cursos, com o apoio da ABTR – Associação Brasileira de Terapia Regressiva (Hoje, ABHTR – Associação Brasileira de Hipnoterapia e Terapia Regressiva). Após inúmeras tentativas de transformá-lo em um Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, eis que, em 2013, Prof. Dr. Idalino Almeida lança, em Salvador-BA, a primeira turma de Pós-Graduação Lato Sensu em Terapia Regressiva, com Certificação emitida pela Faculdade Einstein – Facei (Portaria MEC/SESU: 06, de 07/01/2008) e registrado no MEC (Confira o registro no site: emec.mec.gov.br). Hoje o Curso já soma 3 turmas em Salvador já concluídas, 3 em andamento pelo país: Aracaju-SE, São Paulo-SP e Salvador e mais 3 iniciando: Maceió-AL em novembro de 2016; São Paulo em abril de 2017 e Salvador em maio de 2017.

MÓDULO OPCIONAL: após os 20 Módulos da Grade, o Aluno que tiver concluído o Curso com êxito poderá fazer o Módulo Opcional de “Capacitação em Ressonância Pessoal Psicoterapêutica e PDI”.

 

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOLOGIA E PSICOTERAPIA TRANSPESSOAL:

A Psicologia Transpessoal consiste em uma Técnica Psicoterapêutica de autorresolução de conflitos, que vem sendo cada vez mais usada em consultórios de Psicoterapeutas, com eficácia reconhecida e valiosa ao redor do mundo, em diversas áreas da saúde. Considerada uma abordagem  de psicologia profunda que utiliza recursos técnicos  como a terapia regressiva, uma tecnologia de ponta no campo da saúde , indicada para o tratamento de diversos males, como traumas, fobias,  Síndrome do Pânico, depressão, insegurança, vícios, obesidade, problemas de relacionamento, entre outros.

Diante do cenário atual, em que a prática clínica exige dos profissionais de saúde mais agilidade nas resoluções dos conflitos e tratamento de algumas psicopatologias, com mais rapidez e resultados positivos, a Psicologia Transpessoal apresenta sua eficácia comprovada na prática clínica, caracterizada pela rapidez na resolução dos traumas e conflitos, uma vez que trabalha direto com o cerne do inconsciente, expurgando as cargas emocionais negativas e ressignificando os gatilhos disparadores dos referidos traumas e conflitos.

Tendo em vista essa crescente demanda dentro de uma sociedade informatizada, que exige tudo com muita rapidez, se faz jus a estruturação de um Curso de Pós-Graduação Lato Sensu, Formação e Extensão em PSICOTERAPIA COM ÊNFASE EM PSICOLOGIA TRANSPESSOAL , para formação de profissionais competentes, treinados nessa nova  abordagem, com base científica e não empírica.

A primeira turma desse Curso, como Pós-Graduação Lato Sensu, foi lançada em 18 de março de 2017, em Aracaju-SE, sob a Coordenação Acadêmica de sua Idealizadora, a Psicoterapeuta Norma Alves.

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM PSICOPEDAGOGIA INSTITUCIONAL E CLÍNICA:

Com conteúdo comprometido com a formação completa do futuro especialista em Psicopedagogia Institucional e Clínica, o Curso apresenta conteúdo de qualidade e excelência para que o profissional se destaque no mercado de trabalho. O referido Curso conta com 18 disciplinas, englobando desde a sua fundamentação na identificação dos problemas e dificuldades de aprendizagem até avaliação, diagnóstico e análise dos dados e suas possíveis soluções dentro dos parâmetros e ferramentas que a Psicopedagogia dispõe. Conta, também, com qualificado Corpo Docente, composto por Especialistas na área, Mestres e Doutores.

O mercado de trabalho para o profissional que se forma em Psicopedagogia Institucional e Clínica vem se destacando mediante a constante necessidade de profissionais devidamente capacitados, que atuem na identificação de dificuldade de aprendizagem, bem como avaliadores no sentido de apresentarem suporte ou encaminhamentos. Tais ações fazem do Psicopedagogo um agente importante na promoção de uma aprendizagem qualitativa.

O Curso tem como Coordenadora Acadêmica a Psicopedagoga Josefina Nascimento.

FORMAÇÃO EM RESSONÂNCIA PESSOAL PSICOTERAPÊUTICA:

Criada por Prof. Dr. Idalino Almeida em 1998, a Ressonância Pessoal (entre pessoas) Psicoterapêutica é muito mais do que uma regressão à distância. Ela funciona como uma translocação de consciência e uma intercomunicação entre cérebros de pessoas, através de ondas cerebrais. Em alguns casos, é realizada utilizando uma terceira pessoa (Ressonante ou sintonizadora), que precisa passar por um teste prévio, realizado pelo Terapeuta, para saber se seu cérebro alcança a frequência cerebral necessária para o processo. Com a Técnica da Ressonância, o Terapeuta acessa o inconsciente de seu Paciente (Ressonado) que está distante, através do cérebro da pessoa que estará intermediando (Ressonante). A partir daí, com a permissão do inconsciente do Paciente sintonizado, o Terapeuta pode realizar o trabalho Terapêutico no qual o sintonizado (Paciente) estará se comunicando através do sintonizador, que está no consultório. Em resumo: é como se a pessoa sintonizada (Paciente) estivesse presente no consultório fazendo a terapia presencial, fazendo regressão e vivenciando todas as emoções com catarses etc., alcançando, assim, resultados bastante eficazes com essa tecnologia de ponta em Psicoterapia. Quanto ao Paciente, nada sabe, porque todo processo é realizado em nível inconsciente, que, aos poucos, vai vindo à sua consciência.

É uma técnica indicada para trabalhar terapeuticamente à distância, mas que também pode ser trabalhada com a pessoa presente, pessoas em coma, crianças, recém-nascidos, idosos convalescentes, pessoas com baixa capacidade de cognição ou com dificuldade de locomoção, entre outros. Ou seja, é, também, utilizada quando a Terapia feita presencial não apresenta resultados satisfatórios. Usando a Ressonância, estabelece-se uma interação e uma retroalimentação de informações e catarses (expurgações) de cargas emocionais conflituosas, com resultados terapêuticos bastante eficazes. Vale ressaltar que a Ressonância só acontece com a permissão do inconsciente do Paciente a ser terapeutizado e somente com pessoas encarnadas, porque possuem cérebro. Sugerimos que a Técnica da Ressonância seja associada à PDI (Parceria Direta com o Inconsciente), para maior segurança e resultados mais eficazes. Na PDI, o Inconsciente do Paciente é o Psicoterapeuta. O Terapeuta físico é apenas seu auxiliar, uma vez que nosso inconsciente sabe muito mais sobre o Paciente do que ele próprio e também o Terapeuta. Além do mais, ele sabe orientar o próprio Terapeuta sobre o que fazer e o que é melhor para o paciente.

Tanto a Ressonância Pessoal quanto a PDI (Parceria Direta com o Inconsciente), além da DBC (Dessensibilização Breve de Conflitos), são técnicas criadas e desenvolvidas pelo Psicanalista Graduado em Psicologia, Prof. Doutor Idalino Almeida, na década de 90, como forma de preencher uma lacuna existente em consultório e diante da necessidade de resolver determinados casos que, até então, as terapias convencionais não se apresentavam eficazes.

Saiba mais sobre essas três técnicas no livro “Terapia Regressiva – Técnicas Psicoterapêuticas Complementares”.